Páginas

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Preparando uma Imperial Stout

Prezados,

Em viagem aos EUA tive a oportunidade de visitar Phoenix, no Arizona.  Cidade onde morei por 6 anos e aprendi a fazer cerveja.

Meu professor foi (e ainda é) Dan Teff.  Pessoa excelente, muito gente boa, juiz do BJCP e um cervejeiro de mão cheia.  Já ganhou diversos concursos com diversos estilos de cerveja, algumas inclusive com minha modesta ajuda.

Uma vez em Phoenix, fomos fazer uma cerveja (por que não?!).  Resolvemos fazer uma Imperial Stout.



Aqui vale um adendo.  Os americanos se tornaram uma escola de cervejas de alto teor alcóolico, além de muita criatividade.  Os caseiros e as micro cervejarias inovam ao fazer cerveja. Ingredientes novos, maneiras diferentes de prepara.  Muito bom poder esperimentar uma IPA com 120 IBUs e com pimenta, manga, ou outro ingrediente inusitado.

Bom, vamos a cerveja.  A receita para 20 litros de Imperial Stout segue abaixo:

Maltes:
81,8% Pale ale inglês  1.038, 3 SRM
6,8% cevada torrada 1.029, 575 SRM
4,5% Special B 1.030, 120 SRM
2,3% CaraMunich 60, 1.034, 60 SRM
4,5% Chocolate 1.029, 350 SRM

Lúpulo
57 gramas Horizon em pellet, 9,8 a.a. 60 min
57 gramas Goldins E.K, em pellet, 5,9 a.a. 10min
57 gramas Goldins E.K, em pellet, 5,9 a.a 1 min.

Fermento
Como existem algumas microbrewers em Phoenix, e Dan é amigo de alguns dos mestres cervejeiros, conseguimos a lama de um fermento já ativado de uma dessas cervejarias, a BJs Brewery.

Um growler de fermento ativado da BJ's

Essa cerveja ficou com SRM de 63.3, 76 IBUs, OG 1.100, plato 23.85.
Mostura de 60 minutos a 68 graus Celcius.

Abaixo algumas fotos da brassagem.

Cheers!

Fervura.

Resfriando

Pronta e com as leveduras.





3 comentários:

  1. Olá amigo, parabéns pelo post, estou interessado em tentar esta receita, mas fiquei com algumas dúvidas.
    A quantidade de malte, posso me basear em um total de 5kg ? e a levedura, encontro aqui no Brasil ou existe alguma que possa ser usada em substituição ?
    Outra curiosidade, poderia me descrever como é o seu processo de resfriamento ? Nas minhas brassagens eu uso o processo de colocar o caldeirão no gelo.

    ResponderExcluir
  2. Diego Rodrigues (diego.ra@gmail.com)13 de dezembro de 2011 15:47

    Alô amigos da Recbrew. Vocês comercializam cerveja ou produzem apenas para consumo próprio? Envazam em keg? Tenho interesse em uma boa Ale feita aqui em Recife para "house beer" em um estabelecimento comercial local. Se vocês tiverem interesse em trocar uma ideia e mais detalhes, me mandem um email. Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Sidnei, utilizamos quase 10 kg de malte para fazer essa receita. É uma cerveja grande, com um teor alcóolico maior que 10%.
    Para levedura sugiro usar 2 pacotes de US-05, e hidratá-los com antecedência.
    O resfreiamento foi feito com a ajuda de um chiller, que nada mais é do que um tubo de cobre que colocamos dentro do mosto a 15 min. do fim da fervura. Assim que desligamos o fogo começamos o resfriamento passando água da torneira por dentro do chiller. Quando a temp. baixa para uns 35 graus (cerca de 20 min.) usamos uma bomba para circular água com gelo, e assim atingir a temp. ideal.

    ResponderExcluir